Logo_NA_Verde_2013    
     
  a   a   a   a   a   a   a   a   a   a  
                             
 

O Barqueiro e o Erudito

Conta-se que uma vez um homem erudito aproximou-se da margem de um rio, para que o barqueiro lhe permitisse atravessá-lo. O erudito parecia que carregava toda a sua importância junto com o seu conhecimento, como se temesse perdê-lo. E assim, com soberba de letrado, disse ao humilde e serviçal barqueiro:

- Podes passar-me para a outra margem?

- Sim, claro, são duas rupias.

E o letrado, temendo sujar-se ao tocar o barqueiro, entregou-lhe essas moedas.

Quando já estavam a atravessar o rio, e enquanto o barqueiro fazia o seu trabalho, o erudito perguntou:

- Barqueiro, estudaste Sânscrito, a língua em que foram escritos os Vedas, os Upanishads, as epopeias do Mahabharata e o Ramayana, todos os Puranas e Upapuranas, a língua de Valmiki e Vyasa, a língua com que foi escrito o glorioso Bhagavad Gita, resumo de todo o conhecimento?

- Não senhor, nada sei de dita língua.

- Oh, que desperdício de vida, então nada te posso dizer da beleza das suas estruturas sintácticas, dessas formas sublimes analisadas pelo ilustre Patanjali.

- E sabes, por acaso, Latim, a língua de Virgílio e de Cícero, tão agradavelmente sonora e rítmica, como dizia nos seus discursos o grande pretor romano, Quo usque abutere patientia nostra, que significa "Até quando abusarás da nossa paciência"?

- Não senhor, disso também não sei nada.

- Oh que tristeza de vida, então também, não terás lido os versos amorosos de Ovídeo e Catulo, ou as tragédias de Séneca. Oh, Oh, Oh, perdeste sem dúvida metade da tua vida.
E conheces os mistérios da Geometria, que permite medir as distâncias e as superfícies, classificar os ângulos, reconhecer os tipos de triângulos e fundamentar o cálculo diferencial para, claro, poder estudar a Dinâmica dos Fluídos, tão necessário num trabalho como o teu?

- Oh, Senhor, nada sei de Geometria.

- Bem, bem, bem, oh, vida miserável e arruinada, perdeste metade da tua vida.
E Aritmética, para distinguir os números racionais, os transcendentes, os imaginários?; sabes que Pi, o número que resulta da divisão da circunferência pelo diâmetro é um número transcendente, tal como o número que permite calcular a forma de uma Ciclóide, que é como a forma que assume esta corda estendida na tua barca?

- Não, não, nada sei de Aritmética.

Nisto as águas do rio começaram  a agitar-se,  movidas por uma tempestade que, de repente, e com surpreendente violência começou a agitar  a barca.  Porém  o erudito  estava tão possuído pelos seus conhecimentos e com tanta soberba para com o humilde barqueiro que não se apercebia. Repetia, perdeste metade da tua vida inutilmente. E continuava  instigando  o nosso barqueiro com perguntas com as quais demonstrava orgulhosamente o seu saber.

- Ah claro, e seguramente também não sabes nada de Metafísica, dos mistérios da ontologia e as categorias do  Ser...

- Ah, desculpe, desculpe, senhor, e você sabe nadar?

- Eu, eu, e porque me pergunta isso, eu não sei.

- Pois nesse caso, vai perder a sua vida inteira, porque esta barca afunda-se, afunda-se, afunda-se.

Mais importante que acumular conhecimentos  é encontrar o sentido da vida, como um fio mágico que conduz a nossa existência. O grande  sábio Pitágoras  dizia que melhor que um tonel de conhecimento é uma gota de verdadeira sabedoria,  e a sabedoria que já é a alma da vida, é quem nos pode orientar no meio das tempestades  do mundo.  A nossa vida é uma  barca  frágil,  o barqueiro é a consciência. O que é mais importante que chegar, a tempo e bem, ao porto sonhado, e não afundar-se nas enganosas águas do que não somos, não cedendo aos cantos de sereia do mundo?  O mais importante de aprender é a Arte De Viver. 

Nasrudin


 

curso_filosofia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
  Nova Acrópole  
  imagem  
  CURSO FILOSOFIA PRÁTICA
A Sabedoria Viva das Antigas Civilizações
 
   
  Vide Programa do Curso  
 

  ACTIVIDADES n.a. EM PORTUGAL  
 

a

 
  Aveiro  
  Braga  
  Coimbra  
  Famalicão  
  Lisboa  
  Oeiras-Cascais  
  Porto  
   
  Notícias  
     

  NOVA ACRÓPOLE INTERNACIONAL  

  Anuários  
  Resoluções da Assembleia Geral  
     
  Perguntas Frequentes  
   
     
  Nova Acrópole Internacional  
     

SITES N.A. EM PORTUGAL

Porto
Coimbra
Aveiro
Braga
 

  outros cursos  

   
  Arte de Falar em Público  
  Cursos de Matemática e
Geometria Sagradas
 
  Florais de Bach  
  Outros Cursos  
     

  REVISTA ACRÓPOLE  

   
     

  NOVIDADES EDITORIAIS  

  TÍTULOS PUBLICADOS  
   
 

 
© Nova Acrópole 2009 | Optimizado para monitor 1024X800 | Mapa do site | Webmaster