Realizou-se no dia 30 de Setembro pelas 20 horas na Nova Acrópole do Porto, a conferência Melancolia – da escuridão à Luz, a melancolia ao longo dos tempos. Pela mão de Fernando Matos viajamos pela história mais recente desta condição que vive da dialética entre a emoção e a mente. De suposta doença mal compreendida a estado da alma, o Ser Humano deve procurar compreender que a mente tem caminhos próprios e curiosos na senda da Evolução e para tal é necessária uma crise para reconhecer ideias e conceitos velhos, ou uma catarse para despoletar processos criativos e criar coisas novas, No final, uma discussão muito interessante temperou as expectativas do que cada um julga ser estar melancólico.