Curso de Introdução à Matemática Sagrada

Em todas as antigas civilizações que desenvolveram a escrita, vemos a enorme importância que deram à matemática, não apenas no seu sentido ordinário do termo, como auxiliar de outras ciência e disciplinas, mas no seu sentido sagrado. A matemática como o esqueleto de todo o Conhecimento e como via de acesso à Realidade, ao mundo celeste ou inteligível, que Platão chama “reino dos Arquétipos”, das verdades puras e definitivas não contaminadas pela matéria nem prisioneiras do espaço e do tempo.

Para Galileu Galilei, a matemática é o alfabeto com que Deus escreveu no livro da Natureza.

Para os filósofos pitagóricos os números são os Seres Incorpóreos que constituem a base de tudo o que foi, é e será.

Para Platão, o único modo de abrir o olho interior ao mundo das essências divinas é familiarizando-se com o intangível através da Aritmética, a geometria, a Estereotomia (ciência dos volumes), a música (matemática em movimento), a Astronomia e a dialéctica.

Para os filósofos egipcios, tal e qual como expressam as primeiras linhas do papiro matemático de Rhind, é o “modo exato para investigar todas as coisas, o conhecimento de tudo o que existe, dos mistérios, de todos os segredos”

Na Matemática Sagrada os Números não são simplesmente a abstração mental de quantidades ou um modo de classificar a realidade, como na teoria de grupos. Os Números são seres vivos, reais, eternos, cristalizações do mundo mental sem as quais somos incapazes de pensar nem criar, pois forma a quinta-essência de todas as nossas capacidades internas e de toda a forma externa.

Tudo o que existe no mundo mental, para encarnar no mundo de formas materiais segue o mesmo processo, seja um ser humano, uma célula, um sol ou uma galáxia. E esse processo está regido por uma lei numérica, por uma equação algébrica. De um modo semelhante, todo o processo da realidade está definido por seres e relações numéricas. O mesmo carácter das pessoas e os sucessos que lhe vão acontecer, estariam traçados por estes, segundo a antiga Numerologia Sagrada.

Programa do Curso

[fusion_checklist icon=”fa-star-o” iconcolor=”#ffffff” circle=”” circlecolor=”” size=”13px” class=”” id=””][fusion_li_item icon=””]O que é a Matemática e a Geometria Sagrada, os números como seres inteligíveis[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]Os Números como Princípios Divinos: A Enéada de Heliópolis[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]Tipos de Números nas Escolas Pitagóricas: pares, impares, triangulares, quadrados, poligonais, poliédricos, primos, amigos e perfeitos, etc. [/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]O Número PI como símbolo da hierarquia dos poderes criadores. O dinamismo da Natureza como a tensão entre o ser e o dever ser, entre o reto e o curvo.[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]El Número de Ouro e a sua presença na Natureza e a arte antiga[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]Lexarítmos gregos e métodos cabalísticos[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]O teorema de Tales, chave da analogia, a metáfora e o vínculo entre a aritmética e la geometria, chave de ouro da compreensão da realidade. [/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]Os Neter egípcios (Poderes Divinos) e os triângulos retângulos gerados por números inteiros.[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]O mistério dos quadrados mágicos[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]A Tetraktys Pitagórica e a harmonia da Alma do Mundo[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]Os sólidos platónicos, formas fundamentais da Natureza[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]O significado da duplicação do cubo[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]As cónicas como as linhas evolutivas e dinâmicas de tudo quanto vive: o círculo, a elipse, a parábola e la hipérbole. A espiral símbolo do caminho externo e interno, e de como, na verdade, ambos são o espelho um do outro.[/fusion_li_item][fusion_li_item icon=””]O círculo e a esfera, símbolos geométricos da presença de Deus[/fusion_li_item][/fusion_checklist]

NOVA ACRÓPOLE DE lisboa
Av. António Augusto de Aguiar, Nº 17 – 4 Esq.
1050-012 Lisboa

Contactos: 213 523 056 – 911 929 561
e-mail:

Horário de Atendimento:
Segunda a Sexta das 19h00 às 22h00