A Nova Acrópole de Braga realizou no dia 27 de Maio de 2022, com o apoio do Município de Braga, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, uma atividade sobre o tema da romanização, com o Professor Mário de Sousa Cunha.

Apresentou-se o documentário “Da Romanização” que aborda a incursão romana no Minho e a influência que exerceu na região. Uma viagem que desvenda vestígios que ainda hoje podemos encontrar, como os marcos miliários, as pontes, as primeiras formas de urbanismo, os materiais de construção que introduziram, o comércio, o latim e a religião.

Na palestra que se seguiu, o Professor Mário de Sousa Cunha apelou à reflexão sobre a dimensão e importância da influência da Romanização.
Abordando a importância da presença dos romanos e do seu modo de vida na criação de uma identidade europeia, se geograficamente a ideia de continente europeu pode ser questionada, percebemos que culturalmente, e graças ao Império Romano, surgiu um continente.

Relembrando a manutenção de hábitos e valores da cultura romana, o funcionamento das legiões, o urbanismo, a difusão do latim que se tornou a “mãe” da maioria das línguas europeias, o surgimento e expansão do cristianismo, o cisma entre ocidente o oriente, etc.

Concluindo que historicamente, determinamos com datas o surgimento e desaparecimento do Império Romano, mas em boa verdade, o seu legado ainda vive nos nossos dias.