Celebrando o Dia das Artes, a Nova Acrópole Porto realizou um recital diversificado procurando integrar várias expressões artísticas, todas levando a uma vivência de Beleza. Com uma dança ao sabor do quarto movimento da suite medieval de Frederico de Freitas, seguindo para versos de Camões, alguns sonetos, redondilhas e versos soltos procurando captar as ideias que o nosso poeta maior nos transmitiu. Terminámos com música ao vivo, canções variadas, populares e não só, entre elas uma inédita, e um momento especial com a violinista arménia Ophelia Nanagyulyan. A boa vontade dos voluntários da Nova Acrópole Porto permitiu uma encantada noite de Solstício de Verão!