Carlos Adelantado

Carlos Adelantado Puchal

Carlos Adelantado nasceu a 1 de janeiro de 1964, em Castellón (Espanha).

Estudou Filosofia na Universidade e essa inclinação levou-o a conhecer a Escola de Filosofia da Nova Acrópole na sua cidade, aos 19 anos, envolvendo-se entusiasticamente nos seus estudos e organização. Assume a direção desta sede ao longo de 23 anos, pondo em marcha projetos culturais e de voluntariado social no Centro Cultural Castalia. Assume também a coordenação das sedes da Nova Acrópole na área do Levante. Paralelamente dedica-se ao estudo e à docência da Filosofia, alcançando o grau de “Especialista em Filosofia do Oriente e Ocidente”, outorgado pela Organização Internacional Nova Acrópole, com sede em Bruxelas.

Leciona, há mais de 30 anos, diferentes matérias do plano de estudos da Escola de Filosofia da Nova Acrópole. Participa também em congressos e conferências, destacando a maneira de levar à prática a filosofia, e a sua necessidade para focar adequadamente os problemas do mundo atual.
Em 2013 muda-se para Madrid, para assumir a direção da sede central da Nova Acrópole em Espanha e desempenhar responsabilidades de direção a nível nacional. Promove atividades de disseminação do rico património histórico e artístico da cidade de Madrid, juntamente com outros projetos de difusão cultural.
Em 2017 foi nomeado Presidente Internacional Adjunto da OINA e em 2020 Presidente Internacional, cargo que exerce na atualidade.

Presidente Honorífico

Delia Steinberg

Delia Steinberg Guzmán

Nasceu em Buenos Aires, Argentina, a 7 de janeiro de 1943. Em 1972 muda-se para Madrid e em 1975 obtém a nacionalidade espanhola.
Começou os seus estudos musicais na infância e aos dezassete anos graduou-se como Professora de Piano e Composição no Conservatório Nacional de Música, de Buenos Aires.

Estudos e Diplomas

Começa os seus estudos musicais na infância e aos dezassete anos é graduada como Professora de Piano e Composição no Conservatório Nacional de Música de Buenos Aires. Durante vários anos realizou estudos de aperfeiçoamento com a pianista argentina Flora Nudelman e, posteriormente, com o maestro russo Hubert Brandenburg.

Obteve a licenciatura em Filosofia pela Universidade de Buenos Aires.

O seu interesse pela cultura e pela educação como instrumento de realização pessoal fê-la continuar os seus estudos noutras disciplinas, realizando cursos de especialização em Arqueologia, História, História da Música, Medicina Bioenergética e outras terapias naturais.

Actividades Musicais

A sua primeira apresentação em público dá-se quando tem dez anos e desde então é convidada frequentemente para atuar em ciclos pianísticos organizados por diferentes entidades e organizações, tais como a Associação Cristã de Jovens, Jovens Concertistas Argentinos, Ateneu de Cultura Artística, Novos Valores Musicais, Associação Harmonicus, Subsecretaria de Cultura do Ministério de Educação da República Argentina, Promoções Musicais e outras entidades oficiais e privadas.

Realizou numerosos concertos em diferentes salas, assim como na rádio e na televisão, tanto na Argentina como noutros países do continente americano, tendo recebido excelentes críticas em toda a imprensa.

Por ocasião do 30° aniversário da morte do compositor francês Maurice Ravel, a 7 de Julho de 1967 participou, juntamente com outros artistas e jornalistas, numa homenagem ao músico desaparecido, no Centro Argentino de Engenheiros.

Para promover os estudos musicais com projeção internacional fundou, em 1988, o Instituto de Artes Tristão, no qual exerce a docência em piano. Este Instituto funciona atualmente em Espanha, Brasil, França, Israel e Alemanha com importantes atividades pedagógicas.

Desde a mesma data dirige cursos de Apreciação Musical em Espanha, entre os quais se destacam os dedicados à obra completa de J. S. Bach, W. A. Mozart, R. Wagner e R. Schumann.

Para promover novos valores da Música instituiu, no ano 1982, o Concurso Internacional de Piano – que agora tem o seu nome – fazendo parte do corpo de jurados, dando assim impulso à carreira artística de jovens profissionais da música. O Concurso Internacional de Piano Delia Steinberg celebra-se anualmente em Madrid (Espanha) e nele participam jovens pianistas do mundo inteiro.

“A alquimia da felicidade”. Conferência pelo Dia Internacional da Filosofia, ministrada por Delia Steinberg Guzmán, directora internacional de Nova Acrópole, sede de Nova Acrópole em Madri.

Docência e Investigação

Em 1966 começa a frequentar o plano de estudos integral da Escola de Filosofia da Organização Internacional Nova Acrópole, com o seu fundador, o professor Jorge Ángel Livraga. Incorpora-se posteriormente no quadro docente desta instituição, ministrando aulas das disciplinas de História da Filosofia, Filosofia Moral, Simbologia, História das Religiões, Filosofia do Oriente, Psicologia e Estética Metafísica, Oratória e, em geral, todas as que fazem parte do Programa de Estudos, elaborando também os manuais de orientação pedagógica sobre estas matérias.

Ampliou a sua atividade como professora ministrando Cursos de Formação para outros professores e educadores da Nova Acrópole.

Ditou cursos, conferências e seminários monográficos em diferentes países da Europa, América e Ásia sobre temas como:
• “Pontos em Comum das Antigas Civilizações”
• “A dor e as suas causas”
• “Tradições esotéricas sobre a origem do Homem e do Universo”
• “As Chaves da Astrologia”
• “Filosofia para Viver”
• “Angústia Juvenil”
• “Astrologia e Psicologia”
• “Egito: Pensamento, Vida e Religião”
• “O Caminho iniciático de Santiago”
• “O Legado dos Templários”
• “A beleza metafisica da mulher”
• “Tradição e tempo”
• “Musicoterapia”
• “Cromoterapia”
etc.

A partir de 1977, e durante 25 edições, cria e promove em Espanha um Concurso Literário de Contos participando como jurada ao lado de importantes figuras deste estilo literário.

De 1972 até 1991 foi a Diretora da Nova Acrópole em Espanha, período durante o qual a atividade cultural desta instituição se estendeu por mais de trinta cidades do país.

Durante este período impulsionou atividades de docência em várias áreas.

Para crianças e adolescentes: Acampamentos, excursões, conta-contos, oficinas de iniciação à filosofia como instrumento de educação, etc.
Gabinetes de Medicinas e Terapias Integrais, com programas de formação contínua e de investigação para Médicos, Técnicos de Saúde, Terapeutas, etc. com workshops realizados em conjunto com prestigiados profissionais de Acupuntura, Laserterapia, Homeopatia, Magnetoterapia, Bioenergética, etc.
Ação social: Cursos e workshops de formação para voluntariado, com participação ativa em programas de ecologia, apoio social, ajuda em acidentes e catástrofes, centros de acolhimento de animais, etc., em colaboração com organismos oficiais. Todos eles com repercussão nacional e internacional.
Entre 1975 e 1991 foi também coordenadora das atividades da Nova Acrópole na Europa. Desde 1991, depois da morte do fundador, professor Jorge Angel Livraga Rizzi, é eleita Presidente Internacional da Nova Acrópole, assumindo a gestão e coordenação do trabalho cultural e formativo em todos os países nos quais está implantada esta Associação Internacional.

Publicações

Os seus escritos são muito variados, publicados em revistas e jornais sobre temas relacionados com Filosofia, Música, História e cultura em geral.

Desde 1972 dirige em Espanha a Revista “Cadernos de Cultura”, na qual publicou numerosos artigos e rúbricas, tais como “Entre Nós”, “Ao Final do Dia”, “Algo Para Contar” e “Perguntemo-nos”, dedicados a promover a aplicação prática da filosofia na vida quotidiana.

Desde o ano 2000, dirige igualmente a revista cultural “Esfinge”, de ampla difusão em Espanha e nos países ibero-americanos.

Livros e manuais publicados:
Libro editado por Nueva Acrópolis en Rumania, dentro de la colección de libros de bolsillo
Escreveu mais de trinta livros e manuais sobre Filosofia Prática, Psicologia, Antigas Civilizações, Astrologia, etc. Entre os quais, destacamos:
• “Os jogos de Maya”, Madrid, 1ª ed. 1980, 2ª ed. 1982
• “Hoje vi…, Madrid,1983
•”Disseram-me que…”, Madrid, 1984
• “O Herói quotidiano”, Madrid, 1ª ed. 1996, 2ª ed. 2002
• “Amor platónico, amor sexual”, Lima, 1998
• “Porque acreditar na reencarnação”, Lima, 1999
• “Razões para ver a vida com optimismo”, Lima, 1999
• “A arte de saber elegir”, Lima, 2002
• “A beleza metafísica da mulher”, Lima, 2002
• “A alma da mulher”, Madrid, 2002
• “Liberdade e inexorabilidade”, Madrid, 2002
• “O carácter segundo os astros”, Madrid, 2002
• “Esoterismo prático”, Madrid, 2002
• “A vida depois da morte”, Madrid, 2002
• “O carácter segundo os astros”, Madrid, 2002
• “Filosofia para viver”, Madrid, 2005
• “O que fazemos com o coração e a mente?”, Madrid, 2005
• “Sou realmente livre”, Lima, 2005
• “Pensamentos “, Lima, 2007

Todos eles publicados em espanhol e traduzidos para francês, inglês, alemão, turco, russo, checo, português, grego e outras línguas.

Desde 1995 dirige a publicação de um Anuário com a Memória das Atividades da Nova Acrópole nos quarenta e oito países onde tem delegações e onde se reflete a ação direta e a participação que a Organização tem na sociedade, nos âmbitos da cultura, da ecologia, da música, da medicina, das artes marciais e da problemática social, com o espírito de unidade e diversidade que a caracteriza e cujo impulso e realização vem desenvolvendo há mais de quarenta anos.
O Anuário com a Memória das Atividades publica-se em espanhol e inglês e distribui-se em todo o mundo, tanto a nível privado como institucional.

Reconhecimentos

Pelo seu trabalho como Diretora da Nova Acrópole, recebeu em 1980 a Medalha de Prata das Artes, Ciências e Letras, outorgada pela Sociedade Académica de Educação e Fomento, acreditada pela Academia Francesa.