Matiné cultural em celebração do Dia Internacional da Mãe Terra

Nova Acrópole Lisboa

20 Abril | 16:00 - 18:00

A carregar Eventos

Entrada livre, mediante inscrição prévia

PROGRAMA
– Conferência “Mitos e Mistérios do Oceano”
– Exposição de pintura “Os mil reflexos da água”
– Representações artísticas dos elementos Água e Fogo: Poema “Irmã Água” de Amado Nervo e Dança do Fogo

O Dia Internacional da Mãe Terra é assinalado pela Nova Acrópole em todo o mundo e, na Escola de Lisboa, este ano pretendemos fazê-lo promovendo uma matiné cultural, em torno da Água.
Para isso temos o privilégio de poder contar com a participação da pintora Françoise Terseur, do Atelier de Pintura da Nova Acrópole Coimbra, e de um grupo de membros da Nova Acrópole Lisboa dedicado à vivência da Arte através da poesia e da dança.

– Conferência “Mitos e Mistérios do Oceano” e exposição de pintura “Os mil reflexos da água”
A água é a essência primordial da criação, um oceano primitivo conhecido como o Grande Abismo (Abyssos-Tehom), imerso na escuridão intocada pela luz. Daqui, emergiu a nossa Terra, envolta por um vasto cinturão de águas que mantém as placas tectónicas em movimento constante. Como uma mãe afetuosa, o fluxo e refluxo das águas acariciam os continentes, nutrindo-os e moldando-os. Conhecida como o “ouro azul”, a água é a guardiã do equilíbrio vital do nosso planeta, contrapondo-se ao calor intenso do sol que, sem ela, transformaria a Terra num deserto abrasador.
Nos rios, corre o sangue pulsante do planeta, cujo coração é o vasto oceano, enquanto as correntes marinhas transportam a água salgada dos trópicos aos polos, onde é purificada e devolvida ao equador como água doce. O mar é um reino de mistérios, povoado pela imaginação com criaturas fabulosas que desafiam os heróis de todas as eras, refletindo os segredos mais profundos da alma humana e representando a exploração contínua do desconhecido.

A exposição de pintura, concebida pelo Atelier da Nova Acrópole de Coimbra, oferecerá uma visão artística das metamorfoses da água, destacando a sua presença em todas as facetas da cultura humana. E a recitação do poema “Irmã Água” de Amado Nervo focará os seus diferentes matizes.

– Representações artísticas
Um grupo de membros da Nova Acrópole Lisboa oferecerá um momento artístico simples, mas profundo, sobre a Água e o Fogo, elementos primordiais na criação da Vida, depois do qual convidamos os participantes na atividade a apreciarem as obras de pintura expostas na sala.

Junte-se a nós, na celebração do Dia Internacional da Mãe Terra!

Não há plugins para instalar ou ativar. <a href=" %1$s"title="Voltar para o Painel">Voltar para o Painel</a>

Go to Top