No passado dia 11 de dezembro realizou-se o tradicional jantar de Natal da Nova Acrópole de Braga, onde se juntaram em harmonioso convívio membros e amigos.

Convívio este que contou com a boa disposição, momentos de poesia, partilha, amizade – um conjunto de ingredientes que transformaram o frio da noite num caloroso ambiente filosófico.

Depois do jantar, fomos presenteados com a tradicional Queimada, que através do cheiro da madeira a arder, o som suave de pequenos estalidos, o brilho e o calor do fogo foram ampliando as sensações e pouco a pouco inundando os corações.

Recordando Platão “todas as estrelas que eram necessárias para a criação do tempo haviam atingido um movimento adequado para elas, haviam se tornado criaturas vivas com corpos ligados por cadeias vitais, e sabiam as tarefas designadas a elas”. Sem dúvida, uma noite de partilha, calor humano e espírito renovado.

Sem esquecer, um grande Bem Hajam aos membros que permitiram este momento tão especial.

A todos Votos de Boas Festas!