A semente foi lançada à Terra. O manto negro cobriu-a. Na escuridão, a sementinha ancorou-se à Mãe Terra com toda a sua força de raiz. Na vontade de Ser, cresceu em direção à Luz. O Sol acolheu-a e fez-se Primavera.

No dia 27 de Março, no Belo Jardim do Museu dos Biscainhos, o grupo Calíope da Nova Acrópole entregou as suas vozes femininas à Primavera e colocou as sementes da poesia nos nossos corações. Gratidão aos participantes que também nos emocionaram com as suas declamações e fizeram a Natureza sorrir.

Não podemos deixar de mencionar as preciosas palavras de um pequeno príncipe, pequeno apenas de tamanho, o Henrique, que nas despedidas aproximou-se, tímida mas decididamente, do microfone para perguntar se podia dizer umas palavras pela paz: “Pelas nossas famílias para que em cada casa se respire a paz.” O remate perfeito para fechar o círculo de poesia.

Feliz Primavera para Todos!