A Nova Acrópole, com o apoio do Município de Braga, realizou uma visita guiada e orientada pelo professor Mário de Sousa Cunha.

Tendo este iniciado, com uma pequena apresentação histórico-filosófica, que permitiu aos participantes observar e apreciar com “outros olhos” as peças da Coleção Bühler-Brockhaus, doadas pelo casal Marion e Hans-Peter ao Museu Arqueologia D. Diogo de Sousa em Braga.

A visita teve como foco principal as peças de cerâmica, uma vez que através do seu estudo que melhor se documenta a evolução social, cultural e politica da história Grega. Tendo em conta as múltiplas funções que possuía no uso doméstico, cerimónias religiosas ou fúnebres, a cerâmica era uma mercadoria de primeira necessidade.
Nesta coleção podemos encontrar exemplares dos vários estilos (proto geométricos, figuras negras, figuras vermelhas e outros). Estão expostos vasos e ânforas de grandes dimensões que eram utilizados para armazenar variados artigos, por exemplo vinho ou molho de peixe.
Exemplares de recipientes hydria para armazenar água, krakes utilizados para a mistura do vinho com água, com mel e até com resina, púcaros diversos, urnas e vasos etruscos, encontramos também pequenos e delicados frascos que eram utilizados para colocar perfumes e óleos.
Um conjunto de peças representativas dos diferentes estilos, técnicas e tipos de decoração onde podemos ver figuras de postura solene, jogos de tabuleiro, cerimónias fúnebres… elementos que facilitam a compreensão de alguns aspetos da vida Grega.

Além da cerâmica, podemos também apreciar a emblemática peça – o Busto do Imperador César Augusto – um retrato realista que evidencia as suas melhores características de juventude, força e virilidade.
Terminamos esta atividade com a perceção de que as visitas guiadas constituem um recurso importante que permite aos participantes aprofundar a compreensão dos temas e vivenciar os conteúdos. Pelo que fica o convite para quem não teve a oportunidade de estar presente, possa vir a visitar e conhecer a Coleção Bühler-Brockhaus no Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa em Braga.